Remax Collection - O mercado imobiliário e seus tentáculos de negócios

Com o quente tema do setor imobiliário e as recentes alterações no regime dos vistos gold, esta semana conversamos com o associado Alexandre Bluhm - Remax Collection MaxGroup. 

Tem-se falado muito sobre o mercado imobiliário em Portugal e seu abrupto crescimento. Com a pandemia, na vossa opinião e experiência como tem se comportado o mercado? Os valores caíram? Consideram que possa haver uma fuga de capital para outro setor?

No início da pandemia, havia uma estimativa de queda grande no volume de vendas, porém não foi bem isto o que ocorreu. Portugal continua a ser um dos países mais seguros do mundo, com uma gastronomia fantástica, um custo de vida baixo em relação aos outros países da Europa, clima quente, lindas paisagens e um povo acolhedor. Aliado a isto, o setor imobiliário desenvolveu rapidamente uma estratégia de promoção dos imóveis através de visitas virtuais e assinaturas de contratos online, que impossibilitou que a distância pudesse dificultar os negócios.

Portanto, Portugal continua a ser uma das principais opções para investidores e pessoas que querem uma maior qualidade de vida. Um exemplo disto, no final de terceiro trimestre, a RE/MAX registrou 17.242 transações, ultrapassando assim o excelente volume de negócios de 2018 e 2019.

Quanto aos valores, percebemos uma pequena queda nas rendas dos contratos de arrendamento, porém os valores dos imóveis para venda não sofreram quedas consideráveis e muitos negócios foram feitos pela RE/MAX Collection Maxgroup durante este período difícil. Em algumas regiões, foram percebidas quedas em torno de 3% nos valores e vendas dos imóveis.

Não percebemos uma fuga de capital, mas sim uma mudança no comportamento das pessoas devido ao Covid. Verificamos uma maior procura de imóveis nas regiões periféricas dos grandes centros, devido aos preços mais baixos, maiores áreas dos imóveis e um maior contato com a natureza. Este movimento tem resultado em um aumento dos preços nestas regiões.

Como a alteração do regime dos vistos gold em Lisboa e Porto pode impactar fortemente os investimentos estrangeiros? Que outras opções existem? E qual o valor mínimo de investimento para obtenção? É um serviço que também prestam?

O fim dos Vistos Gold para Lisboa e Porto possivelmente gerará um impacto na entrada de investimento estrangeiros, mas existem outras possibilidades de investimento em regiões de baixa densidade demográfica. A RE/MAX Collection Maxgroup possui diferentes alternativas para quem deseja o Visto Gold.

Atualmente, a forma mais conhecida é a aquisição de imóveis pelo valor mínimo de 500.000 euros nos principais centros. Porém, com o fim do Visto Gold em Lisboa e Porto, existe a opção de aquisição de um imóvel pelo valor mínimo de 400.000 euros áreas de baixa densidade demográfica. Além deste, existe também a possibilidade de solicitar o Visto Gold através de  um investimento de 280.000 euros através da aquisição de uma quota de um fundo hoteleiro de luxo. Esta última opção permita ainda que o investidor receba uma rentabilidade durante os 5 anos do processo do Visto Gold, e quanto receber a cidadania portuguesa recebe o valor investido de volta (sistema BuyBack): Aliado a isto, ainda há incentivos com redução de impostos. É a forma mais rápida de se obter a cidadania portuguesa, sem deixar de receber rendimentos e com retorno garantido em contato.

Temos a maior satisfação em esclarecermos maiores detalhes. 

Endereço de e-mail:

ebpereira@remax.pt / whatsapp: +351 963.380.076.

Que outras oportunidades existem para obtenção do Visto Gold?

Dentro do setor imobiliário, além das oportunidades para Habitação normal (aquisição de imóvel), existem as seguintes oportunidades:

• Investimento em fundos de capital (exemplo mencionado acima)

• Abertura de empresas desde que crie o mínimo de 10 empregos em período integral

• Investimentos em reformas de imóveis com mais de 30 anos ou localizadas em áreas de reabilitação urbana

• Investimentos na conservação do Patrimônio Nacional, Artes e Cultura de pelo menos € 250.000.

• Investimento em uma empresa existente registrada em Portugal ou pelo menos € 350.000 para incorporar ou aumentar o capital social e criar pelo menos 5 empregos permanentes em período integral por um período mínimo de três anos.

Com a pandemia, houve de fato um acréscimo na procura de moradias? Veem que possa haver um êxodo para fora das grandes cidades? Se sim, que outras regiões sugerem e porquê?

O êxodo para fora dos grandes centros é um fenômeno natural ainda mais em pais como Portugal que possui boa malha rodoviária, ferroviária e infraestrutura. Existem ótimas oportunidades próximas a Lisboa como o Distrito de Setúbal (Almada, Costa da Caparica, Seixal, Montijo, Alcochete) além de Sintra, Évora e Mafra. Além destes também há o Alentejo e Algarve com clima muito agradável e ótima qualidade de vida.

Durante a pandemia, as pessoas perceberam a necessidade de maiores espaços, varandas ou logradouros, assim como maior contacto com a natureza. Portanto, atualmente há um acréscimo na procura por moradias ou apartamentos com áreas maiores internas e externas.

O sistema de teletrabalho também permitiu que as pessoas pudessem morar em regiões mais afastadas, pois não há a necessidade constante de deslocamento para os grandes centros.

Logo, as regiões acima mencionadas estão a ser muito procuradas para aquisição de moradias/apartamentos para residência própria, assim como para investimento.

Referiram-me que estabelecem parceria com uma empresa de mobiliário e decoração, que faz o recheio e a decoração das casas/apartamentos que vendem e muitas das vezes acabam também por vender o recheio. Que outro tipo de parcerias tem e estão eventualmente abertos a fazer?

 A RE/MAX Collection Maxgroup possui parcerias como empresas de diferentes segmentos, visando sempre atender a todas as necessidades de seus clientes.

Há parceria com empresas de concierge adaptado a cada cliente, apoio jurídico e fiscal, processo de mudança, home staging, decoração e remodelação, gestão de arrendamentos, financiamento imobiliário, assim como um plano de marketing, visando atender as necessidades dos clientes e deixá-los mais confortáveis na aquisição ou arrendamento do imóvel.

Por estar posicionada para um segmento prime, a Collection MaxGroup presta um serviço de excelência para que a compra de um imóvel seja algo prazeroso. “O luxo tem que ser confortável ou não é luxo” (Coco Chanel).

Quando um investidor ou comprador chega até vocês, conseguem prestar um serviço 360º? Tem assessoria jurídica? Parceria com bancos para solicitação de empréstimos?

A RE/MAX Collection Maxgroup possui todo um staff de alta qualidade para dar assessoria 360º para que os clientes compradores, investidores e vendedores usufruem de uma experiência de negócio agradável e segura.

Para isso, além das parcerias mencionadas acima, temos assessoria jurídica especialista em mercado imobiliário e Vistos Gold, uma financeira MaxFinance devidamente autorizada e registrada no Banco de Portugal para viabilizar as melhores condições de financiamento imobiliários para portugueses e estrangeiros em todas as Instituições financeiras, assim como a empresa Melon que possibilita orçamento gratuito para qualquer renovação/reabilitação de um imóvel, de acordo com as exigências do cliente. 

Os bancos endureceram as regras para pedidos de empréstimo imobiliário? Se sim, quais as novas regras?

Os bancos estão motivados a fazer empréstimos e o mercado está aquecido para concretizar negócios. Conseguimos financiamentos para clientes brasileiros e de outras nacionalidades em ótimas condições de mercado. Spreads reduzidos e prazos extensos.

Por fim, porque comprar com a Remax Collection MaxGroup, qual o vosso diferencial competitivo?

A RE/MAX é a mediadora de maior volume de vendas/ faturação no mercado em Portugal e a 11 anos é a número 1 em toda a Europa. O grupo MaxGroup é a empresa pioneira da marca RE/MAX no país, com mais de 20 anos de sucesso, portanto a empresa de maior tradição.

Collection é a número 1 no mercado imobiliário de luxo, e seus consultores possuem um amplo conhecimento do mercado imobiliário e tendências, garantindo assim uma consultoria eficaz com as melhores opções de imóveis para habitação e investimento aos nossos clientes.

Portanto, a empresa RE/MAX Collection MaxGroup é o combinado de três marcas de sucesso, possibilitando assim um serviço de excelência aos seus clientes.

Fonte: Redação 

Share this post
Brasil projeta crescimento de 27% do PIB até 2031 com reformas económicas