Transformação digital, recuperação económica e educação em destaque no Building the Future 2021

A edição de 2021 do Building the Future vai decorrer em formato hibrido, sendo transmitida em live streaming a partir do MAAT em Lisboa. A educação é um pilar da economia e o terceiro dia do evento será totalmente dedicado à transformação digital nesta área através do Edu Day, desenvolvido em parceria com a Fundação José Neves.

A próxima edição do Building the Future, o evento centrado transformação digital do ecossistema empresarial português apoiado pela Microsoft e desenvolvido pela imatch, já tem data marcada para os dias 26, 27 e 28 de janeiro de 2021.

Num formato híbrido, o evento será transmitido em live streaming a partir do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, abrindo a porta a interação entre a audiência, oradores e parceiros através de uma plataforma de MatchMaking apoiada em Inteligência Artificial.

“Mais do que nunca o Building The Future irá cumprir o seu papel de Ativar Portugal”, afirma Paula Panarra, CEO da Microsoft Portugal, em comunicado.  “Neste momento sentimos que é essencial inspirar a sociedade e as empresas, com pessoas, ideias e exemplos inovadores que certamente irão ajudar na necessária recuperação económica e para re-imaginarmos em conjunto um melhor futuro para o nosso país”.

Assim, o Building The Future procura apoiar as organizações e a sociedade no contexto de recuperação económica, abordando ao longo dos seus três dias áreas como a sustentabilidade, cidadania, inclusão, diversidade e educação. As ferramentas e soluções para o futuro serão disponibilizadas através de uma experiência digital com acesso total às intervenções e reflexões de especialistas nacionais e internacionais que ajudarão a perceber como a tecnologia está a redefinir o progresso humano.

Em destaque entre os oradores da edição de 2021 estão José Neves, CEO da Farfetch e fundador da Fundação José Neves; Julie White, Corporate VP da Microsoft; Tupac Martir, fundador do Satore Studio; ou ainda Pascal Finette, co-fundador da Be Radical e presidente de empreendedorismo e inovação na SingularityU.

A educação é um pilar da economia e o terceiro dia do evento será totalmente dedicado à transformação digital nesta área através do Edu Day, desenvolvido em parceria com a Fundação José Neves. O objetivo é responder às atuais necessidades de alunos, professores e escolas, assim como re-imaginar os desafios do futuro, seguindo o mote “Empowering learning anytime and anywhere”.

No EduDay estão marcadas sessões direcionadas todos os públicos, com oradores como David Kellerman, professor na Faculdade de Engenharia da Universidade de Nova Gales do Sul em Sydney; Neuza Pedro, coordenadora do mestrado em educação e tecnologias digitais no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa; e Pedro Santa Clara, diretor da escola de programação 42 Lisboa.

Todos os interessados em participar podem comprar o bilhete através do website do evento por 49 euros, lembrando que os preços mudam a partir do dia 6 de janeiro de 2021. Há também preços especiais nos bilhetes para estudantes (20 euros), assim como para mulheres que trabalham na área da tecnologia, membros de startups, professores ou colaboradores de instituições públicas ou governamentais (35 euros).



Share this post
UE precisa de acordo com o Mercosul por razões geopolíticas, afirma Costa